Magazine do Xeque-Mate

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

Cadastre-se no Fórum Permanente em Defesa da Democracia, Contra os Erros do Supremo Tribunal Federal (STF) no Julgamento da Ação Penal 470 (AP 470): Pró Verdade e Justiça

Xeque Marcelo Bancalero

Venha  ajudar a escrever a história!
Chega de ser mero figurante, papel que a mídia golpista lhe confere ao manipular sua atuação na história do Brasil.
Cada brasileiro é um personagem principal desta história e ao mesmo tempo somos todos nós co-autores, quando saímos da ociosidade cívica e exercemos nossa cidadania em plenitude ajudando a escrever a história do Brasil.
Se você concorda com isso


,  mande agora mesmo um Email para  forumproverdadeejustica@yahoo.com.br com cópia para marcelopsikpoeta@yahoo.com.br, e cadastre-se para fazer parte desta luta. 

No Email, basta que  conste o Nome, Cidade-Estado, Endereço eletrônico, Pessoa e telefone de contato. " Acrescentar se faz parte ou representa alguma instituição e/ou partido, igreja , sindicato etc e se possui blogs, grupos em redes sociais e seus endereços  nas mesmas Twitter , Facebook, Linkedin , msn , Skype e outras. 
Mantendo e respeitando nossas diferenças, mas unidos em torno de um  objetivo em comum...
O legado de Lula, a preservação de nossa Constituição, em pró da Verdade e da Justiça...
Contra os ERROS do STF que tem condenado inocentes com objetivos políticos, abrindo precedentes que podem fazer de cada  brasileiro a próxima vítima amanhã.
Se não concorda, tem dúvidas...Peço que mesmo assim participe para que o STF ao menos  lhe dê uma explicação quanto às nossas afirmações sobre os erros que cometeram.


Pró-Verdade e Justiça

Ato de criação do Fórum Permanente em Defesa da Democracia, Contra os Erros do Supremo Tribunal Federal (STF) no Julgamento da Ação Penal 470 (AP 470): Pró Verdade e Justiça. Reunidos em 02 de fevereiro de 2013, no Rio de Janeiro, os subscritores da Ata Política de Fundação da Associação intitulada Movimento Pró Verdade e Justiça Contra os Erros do STF, criada em 30 de janeiro de 2013, também no Rio de Janeiro, em Assembleia Geral conduzida na ocasião por Marcelo Bancalero e secretariada por Lígia Arneiro Deslandes, formalizam neste documento sua plena adesão à criação deste Fórum. Com o objetivo de levar adiante aquilo que está descrito no título deste documento, este Fórum pretende trazer para o seu corpo todas as entidades e pessoas físicas dispostas a abraçar esta causa. Pretendemos assim, que ele se apresente como uma voz a mais dos que se indignaram com a forma com que o julgamento em questão foi conduzido e divulgado pela mídia tradicional. Como já foi revelado em amplas matérias, tanto na mídia impressa alternativa quanto nos sites e redes sociais, a espúria construção desse processo e sua condução em plenário na nossa mais alta corte de Justiça, sob a indisfarçável vigilância da chamada mídia-empresarial, o que vimos foi algo próximo a um achincalhe da nossa Constituição, onde leis, preceitos, ritos e jurisprudências foram simplesmente colocados de lado apenas para que o tal julgamento convergisse para a pura e simples condenação de praticamente todos os réus. - No desdenhar das provas constantes dos Autos que absolviam parte deles e optando por aceitar apenas indícios, suspeitas ou evidências ao invés da prova concreta, o STF aceitou substituir a consagrada "presunção da inocência" pela arbitrária "presunção de culpabilidade", cabendo então aos réus, nessa inversão, o encargo de provarem ser inocentes, no esforço de neutralizar o emprego de uma mal apreendida "teoria do domínio funcional do fato". - No desprezar as auditorias e perícias realizadas por quem de direito e constante dos Autos, para facilitar a tarefa de construção de um enredo de crimes e falcatruas que simplesmente não ocorreram e de um imaginário "dinheiro público" que, em momento algum se fez presente. - No intencional abandono dos testemunhos e declarações em juízo de crimes eleitorais, de fato cometidos, mas que não criminalizariam de forma contundente os réus. - No vergonhoso esforço de fazer coincidir o julgamento com a campanha eleitoral de 2012, sob os holofotes diuturnos da mídia-empresarial, visivelmente interessada na condenação dos réus a qualquer preço. - Na não concessão, pela Primeira Turma do STF, de um habeas corpus substitutivo por considerá-lo "inadequado", justamente o emprego daquilo que é consagrado como a mais nobre ação constitucional em lugar do recurso ordinário. - Ao não atentar para o que preconiza a Corte Interamericana de Direitos Humanos quando afirma ser impróprio que - independentemente de quem seja o ministro -, quem preside a fase de investigação não pode depois participar do julgamento, ou seja, cumprir os papéis de investigador e de juiz. - Da mesma forma, ao não atentar que essa Corte recomenda enfaticamente a aplicação do duplo grau de jurisdição para os réus, uma de suas exigências mais respeitadas. Ao não garantir o direito à segunda instância para 35 dos 38 réus, o STF violou o Pacto de São José da Costa Rica do qual o Brasil é signatário desde 1992. - No desprezar suas recomendações, especialmente aquela que diz respeito ao chamado "controle da convencionalidade", ou seja, quando, ao mesmo tempo em que decidem as causas, os juízes de ofício tem por obrigação analisar, sem que as partes solicitem, os níveis de compatibilidade de normas, atos administrativos e interpretações judiciais de um julgamento em relação às normas do sistema americano de direitos humanos. Um cuidado que os juízes do STF, infelizmente, não tiveram. Por tudo isso o Supremo Tribunal Federal desafiou inúmeros postulados jurídicos que ao longo da nossa História se tornaram caros à nossa Justiça e a esta Democracia que criamos, decidindo assim, empunhar a bandeira de uma contrarrevolução jurídica cujo alcance deixa-nos claro, o desejo de interromper o processo de avanços sociais iniciado com o Presidente Lula, em 2003 e por conseguinte, o de enfraquecer a democracia nascida com a Constituição de 1988. Assim, e da forma como foi conduzido, esse julgamento acabou por criar na sociedade um clima de pré-golpe, em alguns aspectos, semelhante aos ocorridos em Honduras e no Paraguai quando se quebrou a ordem institucional vigente e se depuseram presidentes democraticamente eleitos, à luz de manobras conservadoras e arremedos supostamente constitucionais. Por conta desses argumentos este Fórum tem como propósitos:
1. Não considerar, em hipótese alguma, que o julgamento da AP 470 já tenha se estabelecido como uma "página virada" da História jurídica e republicana deste país. Pelo contrário, queremos que ele seja suspenso, levando-se em conta que, em conformidade com a legislação em vigor, a sociedade civil, onde pontificam juristas de renomada competência, entende que é requisito básico para que os erros apontados, tenham sido eles cometidos por omissão, contradição ou pré-questionamento, sejam então devidamente apurados. 
2. Como antecipamos no preâmbulo desta, incorporar em sua organização toda e qualquer entidade ou pessoa física disposta a abraçar esta causa nos termos do item 1 acima. Rio de Janeiro, 02 de fevereiro de 2013 


Cadastros já oficializados no Fórum

1- Blog Megacidadania - Rio de Janeiro
2 - Blog Xeque-Mate-Noticias - São Paulo
3 - Blog Educom - Rio de Janeiro
4- Núcleo José Dirceu - PT 
5 - Blog Porra Serra - Rio de Janeiro - Flávio Lomeo
6 - Blog MidiaCrucis -  Nelba Nycz - - Rio de Janeiro - RJ
7 - Joylce Dominguez - Rio de Janeiro 
8 - Blog Juntos Somos Fortes  - Espírito Santo - Fernanda Tardin
9- Blog Guerrilheiros Virtuais 
10 - Hilda Suzana Veiga Settineri - Rio Grande do Sul 
11- Saroba Settineri - Mato Grosso 
12- Blogue do Souza - Rio de Janeiro -Luiz Claudio Souza 
13- Blog Crabastos Brasil  - Paraná
14- Blog CRABASTOS@ - Paraná
15- Blog Fiscais da Mídia - Brasil
16- Blog QuímicaDireitoJoão Luiz Marcelino da Silva - Campinas-SP
17- Delza Maria Frare Chamma
18- Maria Tereza Ribeiro Lopes e Navarro -  São José do Rio Pardo SP
19-Ricardo Alves de Andrade - Rio de Janeiro-RJ
20- Blog Consciência Politica Razao Social- Nanda Tardin -
21- João Mozart Magalhães Aguiar- Belo Horizonte - MG
22- Blog  Betinho UtopiaBetinho Duarte - MG - Ass. Comissão da Verdade da OAB/MG -Vice presidente , Ass. dos amigos do Memorial da Anistia Politica do Brasil
23-  Wagner Dias de Medeiros - RJ - coordenador do Núcleo de Turismo do PT/RJ 
24- Adaiane Zamonier - Votorantim - SP
25- Theófilo Rodrigues - cientista político. 1Zonal do Pt - RJ
26- Blog - A Justiceira de Esquerda - Lili Abreu - São Luis-Maranhão
27 -  Andrea Loparic - São Paulo -SP
28 - Maurício Queiroz - Cruzeiro do Sul - Acre (PC do B) 
29  - Ricardo Carelli, advogado atuante no RJ e MG
30 - Gabriela Coelho Rabelo Amadeu - São Paulo-SP
31 - GLENDA CRISTINA DA COSTA - ARAGUARI-MG
32 -  Maria do Rosario Oliveira Blomqvist - Espírito Santo
33 - Blog: oinegueEugenio Costa - Brejo da Madre de Deus - Pernambuco
34 - Sirley A. Lima - 
35  - Valmir Alves da Silva
36 - Marcia Moreira
37 - Jonas G. Barbosa de Carvalho 
38 -  Rita Candeu
39 - Antonio Carlos Pacheco
40 - INFCAR (Instituto Adelino Ramos), com sede em Osasco
41 - CEBRAPAZ-PR -  Centro Brasileiro de Solidariedadade aos Povos e Luta pela Paz Paraná
42 - Página Facebook - Democracia SocialistaFernando Cezar Toledo Martins. Curitiba-Paraná.
43 - BlogProgSP / COADE - Coletivo Advogados para a Democracia - Nilva de Souza (Nilva Sader) São Paulo- SP
44 - Blog Coivara das Letras - Valdeci Batista de Melo Oliveira -Cascavel- PR
45 -  Vitalino Venanci- Rio de Janeiro - RJ
46 - Sônia Montenegro - Rio de Janeiro - RJ
47 -  Eide Barbosa - Rio de Janeiro - RJ
48 -  Andréa Haas  - Rio de Janeiro - RJ
49 - José Luiz S Balock - Niterói - RJ
50 -  Página Facebook - MARCHA VIRTUAL CONTRA O GOLPE NO PARAGUAY
- Neusah Cerveira (Nina) - RN
51-  Cristiana Castro  - RJ
52 - Blog Relações no Trabalho e Politica - Lígia Deslandes  - sindicato dos Distribuidores de Combustível - RJ
53 - Centro de Estudos da Mídia Alternativa  Barão de Itararé - RJ 
54 -  CUT - RJ
55 - Revista Retrato do Brasil - Raimundo Pereira
56 -  Rita O Mota - Sindicato do bancários - RJ
57 - Regina Almeida -Núcleo José Dirceu -  RJ
58 - Grupo Apoiamos Lula, agora é Dilma no Facebook e Orkut -Beto Mafra - Belo Horizonte -MG
59 - Blog Quero Uma Mídia Democrática - Ana Cristina Matias Gama - Pelotas -RS
60 - Ben-Perrusi Lopes Martins - Olinda, Pernambuco
61 - Maria Laice Ribeiro Munhos - Londrina PR
62 - Stella Bruna Santo,   assessora jurídica do PT Nacional - São Paulo -SP, Capital
63 - Regina Almeida - PT - RJ
64 - Carlos Nunes - Assessor Parlamentar - São Paulo - SP
65 -  José Carlos da Silva - Partido dos Trabalhadores - Mirassolândia / SP
66 - Bemvindo Sequeira - Ator da Record - RJ
67 - Widnes Pigatto Junior - Direção municipal PCdoB / Movimentos comunitários - Americana - SP
68 - Diogo Domingos Pontes - PT - Goiânia, Goiás
69 - Blog - Não ao Golpe 2Valmir Alves da Silva -Igreja Comunidade de N.Srª Aparecida Parque Boturussú Ermelino Matarazzo -  SP
70 - Jaci de Menezes Mendes - PT e SSMA (Sindicato dos Servidores Municipais de Araruama.
Cidade) - Araruama- RJ
71 - Marcelo Augusto Magno - Partido dos Trabalhadores Nacionais (PTN PA), Coordenador Geral do
Coletivo Pará Popular, Comunidade Papa-Chibé (Facebook)
72 - Carlos M. Morel - MD DSc -Coordenador Geral Centro de Desenvolvimento Tecnológico em Saúde (CDTS) Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz)Rio de Janeiro - RJ
73 - Rita de Cássia Capucho Colacique - Rio Claro-SP
74 - Izabel Cunha Nascimento Heitor - São Paulo - SP
75 - Azuir Ferreira Tavares Filho -  Campinas - SP 
76 -  Lia Imanishi - Rio de Janeiro - RJ

77 - Octávio Péricles Itabirano Gomide - Nova lima- MG

78 MINERVINA VIEIRA DA SILVA - militante petistas ativa e filiada ao CPERS - SINDICATO.
79 - Marcelo Augusto Magno membro do Partido dos Trabalhadores Nacionais (PTN PA), Coordenador Geral do
Coletivo Pará Popular, Comunidade Papa-Chibé ( Facebook)
80 - Valmir Alves da Silva - Partido PT - Igreja Comunidade de N.Srª Aparecida Parque Boturussú Ermelino Matarazzo São Paulo-SP
Twtter: @ValmirSilva2010 - Facebok: Silva Valmir - Blog:Não ao Golpe 2
81 - Carlos Medicis Morel - Ex-Presidente da Fiocruz, ex-Diretor do TDR em Genebra e atual Coordenador do CDTS/Fiocruz. Nas (poucas) horas vagas fotografo amador
Rio de Janeiro, Brasil
82 - Octávio Péricles Itabirano Gomide - Nova lima -MG
83 - Claudete Teixeira Duarte - São José dos Campos,  SP Facebook
84 - EDMUNDO ALVES GOMES FILHO - BELO HORIZONTE -MG  - Escritor
85 - Dilson Jose Santos -  
86 - Pedro Luiz Boemer  -  São Paulo – SP - Facebook 
87 - Nylson Gomes da Silveira Filho - Bertioga - SP - grupos no Facebook: Comunistas do Brasil e 
Movimento contra os Erros do Judiciário
88 - Maria da Conceição Vieira - Belo Horizonte-MG
89 -  Odilon José Fernandes. -  Parque Ouro Verde Foz do Iguaçu, representante do Conselho municipal na  Associação de Usuários de Políticas Públicas
90 - PAULA COLACIQUE - RIO CLARO/SP
91 - Vera Lucia Zirnberger , Professora e diretora estadual da Apeoesp, estou de São Bernardo do Campo - SP  nosso blog, Professores do ABC
92 - EDVA MORENO AGUILAR BONASSA - São Paulo - SP -  Facebook
93 - MARCO ANTONIO OSÓRIO DA COSTA - Taguatinga - DF - Blogues:  Res Publica ,  Pensiero Libero - Selbstdenken -  Facebook -  Twitter
 94 - Marat Calado -  Cidade: Rio de Janeiro Estado: RJ -  Blog do Marat Calado - Facebook 

95 - Eugenio Costa - Cidade: Brejo da Madre de Deus -PE


96 - Teresa Vignoli


97 -EMERSON LOURIVAL DE ALMEIDA ALMEIDA 


98 -Daniela Fragoso São Paulo-São Paulo - Filiada ao PT - Facebook- Daniela Fragoso


99 - Pedro Luiz Andrade Boemer- São Paulo – SP 

Facebook:  Pedro Luiz  Boemer

100 - Maria Cristina gomes da Conceicao

Magisterio Nacional - Mexico DF -PT.
https://www.facebook.com/cristina.gomes.10004694
Professora e pesquisadora

101 - Maria Laice Ribeiro Munhos - Londrina Parana


102 - Rosangela Baratieri - Florianópolis - SC

103 -  Marco Antonio Lima - Blog do Limarco

104 - João Pereira de Farias filho -  Goiânia - GO - @joao_faryas

105 - ROBERTO FERREIRA DA COSTA - Rio de Janeiro-RJ
Blog: http://marivalton.blogspot.com.br/ (Ciência, política e religião)




Você pode ser o próximo da lista...
Faça parte da história, não seja apenas figurante como o PIG quer.

Leia o Manifesto

Manifesto pela anulação do julgamento da AP 470



SUPREMO SUB JUDICE
Afirmamos como diretiva a imediata organização da sociedade em âmbito nacional e o apoio a iniciativas que se somem ao resgate da VERDADE e a consequente anulação do julgamento da AP 470.
A Constituição foi desrespeitada pelo STF no processo da Ação Penal 470.
Réus foram julgados apenas em uma instância, descumprindo exigências da Constituição Federal, do Código de Processo Penal brasileiro e da Corte Interamericana de Direitos Humanos. O Supremo Tribunal Federal, ao negar o direito ao “duplo grau de jurisdição”, violou o Pacto de São José da Costa Rica do qual o Brasil é signatário.
Houve magistrado que desempenhou duplo papel: de investigador e de juiz. Presidiu a fase de investigação e agiu como promotor de acusação sem a necessária isenção a um juiz cônscio de suas responsabilidades durante um julgamento.
Provas foram ocultadas, desconsideradas e defesas não foram respeitadas. Impuseram, “de fato”, uma teoria importada, nunca antes utilizada no judiciário brasileiro a qual nem o próprio teórico outorgou o direito dela ser usada sem provas que a corroborem. Esses são métodos condenáveis o que nos remete a julgamentos de exceção somente ocorridos em períodos obscuros da história da humanidade.

Costuma-se dizer que, “decisão judicial não se discute, cumpre-se”. Cumpre-se quando o direito a ampla defesa é respeitado, quando leis, ritos e jurisprudências são respeitados: não foi o que ocorreu neste julgamento.

Erros precisam ser corrigidos. Não podemos concordar com um julgamento de exceção, pois isto é colocar em risco, no presente e no futuro, a vida de qualquer cidadão brasileiro e da própria democracia.
O Supremo está sub judice! É dever da sociedade impedir que o Supremo Tribunal Federal e, conseqüentemente, toda a justiça do Brasil se tornem tribunais inquisitoriais.
A Constituição de 1988 está por um fio e com ela todo o processo de democratização conquistado a duras penas por todos nós!
Vamos à luta!  Por eles, por nós, e por todo o povo brasileiro!

  

A CERTEZA DE QUE ESTAMOS DIANTE DE ERROS JUDICIAIS GROSSEIROS
Trazemos a público através desse manifesto os ERROS do julgamento que resultou na condenação de pessoas inocentes. São eles:
1.      Erro 1: Considerar que o dinheiro do Fundo Visanet era público.
O dinheiro não era público; não pertencia ao Banco do Brasil (BB). Pertencia à empresa privada Visanet, controlada pela multinacional Visa Internacional, como comprovam os documentos.
2.      Erro 2: Considerar que o Banco do Brasil colocava dinheiro na Visanet.
O BB nunca colocou dinheiro na Visanet. A multinacional Visa Internacional pagava pelas campanhas publicitárias realizadas por bancos brasileiros que vendessem a marca VISA.
3.      Erro 3: Considerar que houve desvio de dinheiro e que as campanhas publicitárias não existiram.
Não houve desvio algum. Todas as campanhas publicitárias, com a marca VISA foram realizadas pelo BB, fiscalizadas e pagas pela Visanet. Toda a documentação pertinente encontra-se arquivada na Visanet e o STF teve acesso a ela.
4.      Erro 4: Omitir, distorcer e falsear informações contidas em documentos.
A Procuradoria Geral da Republica/Ministério Público Federal falseou e omitiu informações de documentos produzidos na fase do inquérito para acusar pessoas injustamente. Exemplo: somente representantes autorizados expressamente pelo Banco do Brasil tinham acesso ao Fundo Visanet. 
5.      Erro 5: Desconsiderar e ocultar provas e documentos.
Documentos e provas produzidos na fase da ampla defesa, tais como regulamentos/contratos, pareceres jurídicos, auditorias, depoimentos prestados em juízo, foram desconsiderados e ocultados. Indícios, reportagens (em jornais, revistas, tvs), falsos testemunhos, relatórios preliminares da fase do inquérito foi o que prevaleceu para condenar.
6.      Erro 6: Utilizar a “Teoria do Domínio Funcional do Fato” para condenar sem provas. 
Bastaria ser “chefe” para ser acusado de “saber”. O próprio autor da Teoria desautorizou essa abordagem: "A posição hierárquica não fundamenta, sob nenhuma circunstância, o domínio do fato. O mero ter que saber não basta".
7.      Erro 7: Criar a falsa tese de que parlamentares foram pagos para aprovar leis. 
Não existe prova alguma para sustentar esta tese. De qualquer forma, não faria sentido comprar votos de sete deputados, que já eram da base aliada, dentre 513 integrantes da Câmara Federal, quando 257 votos eram necessários para haver maioria simples.

JUSTIFICATIVA POLÍTICA
Em 1988 quando a Constituição foi promulgada e anunciada pelos representantes do Congresso Nacional, após tantos anos de arbítrio, o Brasil fez festa.
O fortalecimento da democracia, das instituições políticas, da cidadania e a participação popular estavam assegurados pela nova Carta Constitucional e o país entrava numa nova fase.
Muitas coisas de fato mudaram. Tanto, que as eleições de 2002 vieram mostrar um novo capítulo na história desse país e elegemos Luiz Inácio Lula da Silva como primeiro presidente da república “de fato” e “de direito” vindo das camadas populares. O voto elegeu Lula e o Partido dos Trabalhadores e o voto elegeu e continua elegendo um projeto maior de construção do Brasil, um projeto popular que tirou o povo da subalternidade e da pobreza. Um projeto de soberania que precisa continuar crescendo e se desenvolvendo na sociedade.
Mas, no afã de prosseguir com esse projeto e focados diretamente no desenvolvimento econômico e social de nosso povo, descuidamos das forças conservadoras e colonialistas que durante tanto tempo estiveram governando e direcionando as políticas públicas no Brasil e que estavam enraizadas nas instâncias do Executivo, do Legislativo e do Judiciário. Deixamos que setores da imprensa que sempre estiveram ao lado da ditadura e da elite brasileira monopolizassem os meios de comunicação e fizessem dela sua arma contra a retirada de seus privilégios na defesa de seus interesses econômicos.
Assim, chegamos a 2012! Após 10 anos de governo do Partido dos Trabalhadores, temos muito a comemorar, mas, não conseguimos expropriar o arbítrio de nossa sociedade. A Constituição de 1988 é um símbolo, mas, assim como num passado nem tão distante, leis eram criadas e o cumprimento delas não se fazia sem lutas, estamos novamente diante desse quadro.
O julgamento da AP 470 é o pilar dessa luta!
Não há como concordar com uma Suprema Corte que desrespeita frontalmente a própria Carta Constitucional que a eles foi dada a honra de defender.
Não há como concordar com o papel de uma imprensa antiquada, eivada de preconceitos, incontestavelmente interessada na politização do processo! Uma imprensa que no afã da desmoralização de seus adversários agiu de forma direcionada com a finalidade de formar a opinião dos juízes e da sociedade a partir de uma única idéia: a condenação dos réus.
“Ingenuamente alguns vibram com a ideia de um messianismo moral advindo deste processo como se a corrupção e a correlata impunidade de cinco séculos no Brasil fosse assim redimida, como num passe de mágica. No lugar da sonhada redenção, periga-se alargar a sombra do Estado sobre o pátio da liberdade, com prejuízo muito maior do que seria a própria frustração que a impunidade carreia, pois mais importante do que a expiação dos culpados é a preservação dos valores e normas que escudam a inocência e sem os quais vive-se perenemente sob o signo da ameaça.”
Félix Soilbelman advogado

A Constituição foi desrespeitada. A democracia está ameaçada.

É nosso dever resgatar a VERDADE. É nosso dever cívico resgatar a JUSTIÇA!

PELA ANULAÇÃO DO JULGAMENTO DA AP 470

FÓRUM PERMANENTE EM DEFESA DA DEMOCRACIA CONTRA OS ERROS DO STF
PRÓ VERDADE E JUSTIÇA


Segue MANIFESTO
             Com assinaturas/adesões iniciais, já na condição de integrantes do FORUM,diversos Blogs e ativistas em geral, cfe relação a seguir:
* MOVIMENTO PRÓ VERDADE E JUSTIÇA CONTRA OS ERROS DO STF
* RIO BLOG PROG
* Blog Xeque-Mate-Noticias
* Blog da Ligia
* Blog Megacidadania
* Núcleo Zé Dirceu PT-RJ 
*Cristina Castro
*Beto Mafra
*Flavio Lomeu (Porra Serra)
*Antônio Fernando Araújo (Educom)
*Nelba Nycz (Midiacrucis)
*Joylce Dominguez
*Theófilo Rodrigues (Barão de Itararé)
 Além de outros  que  irão se unir a nós.

Abs,
ALEXANDRE Cesar Costa TEIXEIRA
21  7895-4394
ID 23*2068 (Nextel)


http://xeque-mate-noticias.blogspot.com.br/2013/01/manifesto-pela-anulacao-do-julgamento.html


E lembre-se...
Se você faz aprte do fórum,é por que também mais Brasil em 2014, curta, compartilhe nossa fan page Quero+Brasil



License Creatve Crommons

Postagens populares

Arquivo do blog

Anuncios

Anuncios
Custo Benefício Garantido