Magazine do Xeque-Mate

segunda-feira, 11 de junho de 2012

Sopão da VEJA

Xeque- Marcelo Bancalero

Vindo de um revistinha de terceira mão que não serve nem mesmo como passatempo em salões de barbeiros ou quaisquer outros comércios que se prezem.
Esse lixo midiático que já jogou tanto imundice na casa de cidadãos de bem, e participou ativamente da tentativa de golpe no governo Lula, agora sem argumentos convincentes que possa ajudá-la a escapar  da morte certa, afogada nas águas de certa Cachoeira. Resolve fazer um Sopão com os restos dos excrementos de suas  edições antigas. 
Alguns companheiros chamam de Contrl+Veja outros de  Notícia requentada
Eu prefiro  termo Sopão!
Visto que ela tenta fingir saciar a fome de informação que o povo tem e a sede de justiça do mesmo. Enquanto tenta desviar os olhos da população para que não atentem às suas falcatruas!
Esse blogueiro não  deixará  de defender o Zé Dirceu nesta questão!
O golpe contra o governo Lula não pode passar em branco.
Precisamos dar um fim nesta verdadeira máfia midiática. 
O PIG e todos os demotucanos ligados a eles devem ser banidos do cenário político e social do Brasil.
Veja a defesa de Zé Dirceu e tire suas próprias conclusões.

Para visualizar em formato PDF, clique aqui.
Para visualizar "Em Defesa de José Dirceu" na íntegra, clique aqui.
É necessário possuir o Acrobat Reader instalado.



Veja requenta denúncia de blog para agredir-me
Publicado em 09-Jun-2012
A Veja desta semana, que chegou nesta manhã às bancas e aos assinantes, traz uma matéria sobre a administração da Prefeitura de Maricá (RJ), o fato de a cidade se situar na área do pré-sal, os royalties que tem recebido em decorrência dessa sua localização geográfica e como eles, segundo a visão da revista, têm sido aplicados.

Gratuitamente, apenas para dar vasão à sua baixaria e sem nenhum fundamento a não ser a chamada "forçação de barra", inclui meu nome em toda a matéria. Tenta justificar o fato com o argumento de o ex-secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Petróleo de Maricá, Marcelo Sereno, ter trabalhado comigo no período em que fui ministro-chefe da Casa Civil da Presidência da República.

Ao tentar envolver-me em denúncias que apresenta aos seus leitores como sendo de sua autoria, Veja simplesmente plagia notas na mesma linha já publicadas no blog do deputado Anthony Garotinho (PR-RJ) e que eu também já contestei. Quer dizer, dá uma matéria atrasada, antiga, tenta esquentar e requentar assunto velho e já devidamente esclarecido, com o qual nada tenho a ver.

A matéria de Veja e as denúncias nela contidas nada tem a ver comigo. Nunca fui a Maricá, não participo da vida política do municipio e não tenho nenhuma relação com sua administração.

A propósitoce para que vocês vejam a falta de fundamento desse assunto, publico nota divulgada pela Prefeitura quando a mídia começou nessa linha e quando da primeira denúncia a respeito da administração de Maricá, esta veiculada pelo telejornal RJ TV da Rede Globo.

Nota da Prefeitura


Com relação a matéria publicada no telejornal RJ TV da Rede Globo, na noite do dia 24 de maio e na manha do dia 25, sobre o aluguel de um prédio e um galpão em terreno de mais de 5.000 metros, na beira da Rodovia Amaral Peixoto, cabe esclarecer os seguintes pontos:

1- O valor do aluguel pago pela prefeitura por um prédio, um galpão e o terreno de mais de 5.000 metros a beira da rodovia foi alvo de laudo de técnicos de três profissionais independentes da área imobiliária e estão, inclusive abaixo do preço praticado pelo mercado. Como a própria reportagem demonstrou terrenos semelhantes e sem qualquer área construída, tem valor de aproximadamente 3,5 milhões de reais, o que pelo mercado ensejaria um aluguel de mais de 30 mil, superior ao contratada
pela prefeitura;

2- O prédio, o galpão e o terreno são utilizados desde o inicio de sua contratação pela Secretaria Municipal de Transportes, que devido a construção do Centro Cultural Henfil e do Cinema Publico, transferiu para lá toda a sua área administrativa, alem de fazer ali as vistorias em ônibus, vans, taxis, transporte escolar etc... E guardar material apreendido;

3- A Secretaria Municipal de Segurança esta aguardando a definição do projeto de construção da Central de Monitoramento do município através de Câmeras de Segurança para transferir para lá sua sede;

4- Aquele espaço também esta destinado ao DETRAN, para que sejam feitas as vistorias dos automóveis, já que há 2 anos estamos pedindo a eles que desocupem o terreno no Centro, onde também funcionava a Secretaria Municipal de Transportes, e onde, como ja disse, estamos construindo o primeiro Cinema do município e um Centro Cultural;

5- Os procedimentos de contratação do aluguel foram feitos no estrito respeito a legalidade, baseados nas normas do inciso X, artigo 24 da Lei 8.666, que rege as contratações no serviço público, alem da deliberação 245.07 do Tribunal de Contas do Estado;

6- A respeito das denuncias que versam sobre a profissão do dono do imóvel ou de compras imobiliárias por ele realizadas antes do aluguel do mesmo, não cabe a quem aluga acompanhar ou saber das atividades do dono do imóvel. O município vem a décadas com um cadastro de imóveis desatualizada, que só agora vem sendo revisto, conforme decreto por mim publicado

7- Mas mesmo assim, para que não paire dúvidas sobre nosso compromisso com a lisura, instaurei uma Tomada de Contas para apurar os fatos. Nosso governo tem absoluto e inequívoco compromisso com os princípios constitucionais da legalidade, moralidade, impessoalidade, transparência, publicidade e eficiência.

License Creatve Crommons

Postagens populares

Arquivo do blog

Anuncios

Anuncios
Custo Benefício Garantido